Mostrando postagens com marcador gasolina. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador gasolina. Mostrar todas as postagens

domingo, 19 de junho de 2022

“Medida proposta pelo governo federal é eleitoreira e ineficaz”, afirma Éden sobre teto do ICMS



O presidente do Partido dos Trabalhadores da Bahia, Éden Valadares, criticou nesta quarta-feira, 15, projeto de lei complementar (PLP) para criar um teto sobre o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis, energia elétrica, transportes e telecomunicações. A mudança, que tira recursos de áreas prioritárias, como saúde, educação e segurança pública, foi defendida pelo presidente da república, Jair Bolsonaro,

sexta-feira, 17 de junho de 2022

Novo aumento no preço dos combustíveis pode impactar ainda mais a alta do preço dos alimentos e produtos

 A Petrobras anunciou o aumento do preço dos combustíveis nesta sexta-feira. O reajuste deverá impactar os preços dos alimentos e produtos que dependem de transporte rodoviário.

Foto Reprodução


Os valores passam a valer a partir de sábado (18) e os preços para os consumidores dependerá dos impostos e margem de lucro das distribuidoras, ou seja tem que pesquisar antes de abastecer seu carro ou caminhão.

segunda-feira, 14 de março de 2022

Enquanto os brasileiros pagam valores altíssimos, governo Bolsonaro vai aumentar produção para baratear o preço da gasolina nos EUA

O presidente Bolsonaro já provo que de patriota não tem nada. Para atender os interesses dos EUA, Bolsonaro resolveu ampliar a produção do pré-sal. 

O motivo é reduzir o preço do combustível para os "americanos" que não querem sofrer com o aumento dos barris após as sanções feitas pelos EUA à Rússia.

Enquanto isso, os brasileiros pagam quase R$ 10,00 o litro da gasolina no país. 

Foto Reprodução

A secretária de energia do governo americano, Jennifer Granholm, fez o pedido ao ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, durante conversa por videoconferência na quinta-feira", como consta a  reportagem de Rafael Bitencourt, no Valor Econômico.

quinta-feira, 10 de março de 2022

Depois de repassar R$101 bi a acionistas, Petrobras reajusta preços de gasolina, diesel e gás de cozinha com alta de 24%

 A Petrobras segue a linha do governo em poupar empresários enquanto suga o dinheiro do trabalhador.

O reajuste dos preços dos combustíveis anunciados hoje, não deveriam ocorrer, pelo simples fato que a empresa usou o dinheiro que deveria suprimir este aumento para pagar acionistas acima da porcentagem legal.

Vamos entender o que houve?

A Petrobras registrou um lucro de R$ 106 bilhões em 2021, um aumento de 1.400% em relação ao ano anterior.

Tudo isso, graças as políticas de reajuste de preços que fizeram com que o valor do gás de cozinha, diesel e gasolina disparassem durante o ano todo.



O problema é que esse lucro não foi investido na empresa, ele foi distribuído para os acionistas. Por conta disso o Senado convocou o general Joaquim Silva e Luna, presidente da Petrobrás para prestar esclarecimentos no último dia 08/03/2022.

segunda-feira, 23 de agosto de 2021

Onde andará a Taís?


Muitos ainda ao de lembrar da cena em que uma mulher já com seus 36 anos realizou em um posto de gasolina na cidade de Caxias do Sul no Rio Grande do Sul. Naqueles dias estava havendo um movimento de caminhoneiros em todo o Brasil reclamando do preço dos combustíveis. A gasolina custava R$3,40.

Aquela senhora estava passando pelo local onde havia fila para abastecimento e resolveu dar uma força na situação. Ela estacionou o carro e se dirigiu ao local das bombas de combustíveis. E foi neste momento que Taís Helena Galon Borges encenou um discurso que viralizou na internet e teve seus 15 minutos de fama.

Mas Taís, diferente de outros apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, conseguiu ultrapassar a barreira dos 15 minutos e é notícia ainda hoje. Com o preço da gasolina chegando a mais de R$ 7,00 em várias regiões do país é cobrada à presença dela no Posto Imigrante do bairro Lourdes em sua cidade.

domingo, 22 de agosto de 2021

Fernando Haddad disse que Bolsonaro já podia ter sofrido impeachment só pela gasolina



O preço da gasolina atualmente nos postos varia de valor de cidade para cidade. É que a depender da distância de onde ficam as distribuidoras, o valor pode aumentar ainda mais.

Em seu perfil na rede social Twitter o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad dique que pelas contas dele, Bolsonaro já deveria ter sido afastado de suas funções. “Só o preço da gasolina daria pra dois impeachment”, disse ele.

Também nas redes sociais é comum a pergunta de onde está “Taís Helena Galon Borges”? Ela é uma moradora da cidade de Moradora de Caxias do Estado do Rio Grande e que durante o governo da Presidenta Dilma Roussef deu um chilique em um posto de gasolina de sua cidade por o preço, naquele momento, era de R$ 2,31 (dois reais e trinta e um centos).

terça-feira, 17 de agosto de 2021

Operação Posto Legal identifica bomba que fornecia combustível a menos para o consumidor



As vistorias foram realizadas em Salvador, na Avenida Suburbana e na Estrada da Base Naval (BA-528), e nos municípios de Lauro de Freitas, Camaçari, Candeias, Simões Filho e Dias D'Ávila.

Após fiscalizar 20 postos de combustíveis em Salvador e Região Metropolitana, entre os dias 07 e 15 de agosto, a operação Posto Legal autuou um estabelecimento localizado em Salvador por utilizar um bico que fornecia uma quantidade menor de combustível ao consumidor, superior 100 mililitros a cada 20 litros, além de apresentar um forte vazamento de etanol na bomba, que foi interditada.

De acordo com o Ibametro, órgão responsável pela verificação das bombas, no total foram reprovados 47 bicos por irregularidades diversas, a maioria de baixa gravidade. Sete bicos foram interditados para que os postos regularizem as pendências. As vistorias foram realizadas em Salvador, Lauro de Freitas, Camaçari, Candeias, Simões Filho e em Dias D'Ávila.

domingo, 8 de agosto de 2021

Operação Posto Legal fiscaliza postos da RMS neste sábado



Depois de percorrer as principais regiões do estado e alcançar ampla repercussão ao identificar irregularidades em combustíveis vendidos aos baianos, a operação Posto Legal voltou à Região Metropolitana de Salvador neste sábado (7). Inicialmente, foram fiscalizados um posto em Lauro de Freitas e três em Camaçari, onde foram verificados itens relacionados à quantidade e à qualidade do produto vendido.

A força-tarefa reuniu hoje a Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), o Instituto Baiano de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Ibametro), e a Secretaria da Segurança Pública (SSP), do Governo do Estado. Participaram ainda a Secretaria da Fazenda (Sefaz-Ba), as Polícias Militar e Civil, o Departamento de Polícia Técnica (DPT) e a Procuradoria Geral do Estado (PGE).

A Posto Legal já identificou uma série de fraudes relacionadas à qualidade e à quantidade do combustível comercializado. Em 2019, em um posto de Vitória da Conquista (Sudoeste baiano) foi identificada