Mostrando postagens com marcador Wagner. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Wagner. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 10 de dezembro de 2021

A Bahia precisa de você para barrar o retorno do chicote



Durante um longo período da vida pública do estado da Bahia existiu uma força política que comandava o governo com mão de ferro, diziam até que em uma das mãos usava um chicote para açoitar aqueles que discordassem de suas ideias.

Neste período sombrio da vida pública, muitos foram os que apanharam no rosto, respiraram gás lacrimogênio, foram perseguidos por uma polícia que mais parecia a SS Nazista de Adolf Hitler. A Bahia viveu tempos difíceis e muitos deram a sua vida para que hoje possamos estar livres e o vendo o canteiro de obras em que se tornou a Bahia nos últimos 17 anos dos governos Wagner e Rui Costa.

domingo, 5 de dezembro de 2021

“Tamos juntos”, diz João Leão a Wagner


Na sexta-feira, 03, o Governador da Bahia Rui Costa esteve na cidade de Xique-Xique no Oeste do estado para inaugurar a ponte que liga a cidade a Barra com 1 km de extensão. Ela foi construída sobre o Rio São Francisco.

Estavam presentes deputados estaduais, federais, prefeitos da região, senadores Otto Alencar e Jaques Wagner, além do governador Rui Costa. Mas quem chamou mesmo a atenção no quesito “política” foi o vice-governador João Leão ao discursar.

sexta-feira, 19 de novembro de 2021

Marcelinho defende Wagner e diz que petista tem lado e serviços prestados aos baianos; “Tirou o povo da miséria”



Na briga entre petista e carlista, o socialista Marcelinho Veiga (PSB), que é um dos aliados do senador Jaques Wagner (PT-BA) nas eleições de 2022 para governo, defendeu que o ex-governador tem serviços prestados ao povo baiano e que tirou da miséria milhares de famílias durante sua gestão. Nesta quarta-feira (17), Marcelinho disse que “Wagner foi quem mais fez como governante da Bahia, porque pegou um estado fragmentado pelos carlistas e com déficits que até hoje são problemas para a população, como a segurança pública, com índices alarmantes e desvalorização geral dos agentes de segurança e a saúde, que hoje deu um giro de 360 graus”.

sexta-feira, 1 de outubro de 2021

A arrogância que vem da capital


A arrogância que vem da capital

 

Nos anos 80 eu comecei a militar no movimento estudantil em minha cidade, Paulo Afonso na Bahia. Para se ter uma ideia de como as informações chagavam a nós, posso informar que era através do telefone. E só um de nós, o Zé Ivaldo, tinha um aparelho desses. Na verdade era o pai dele, Zé Ferreira, que tinha em sua loja de venda de moveis. Então, quando não conseguíamos ter acesso, o jeito era ir para a fila no posto telefônico que tinha três cabines e disponibilizava cinco minutos para cada pessoa ou grupo. Era assim que ficávamos sabendo o que acontecia no meio estudantil.

Certo dia, fomos convidados a um encontro estadual a ser realizado na capital, Salvador. E lá fomos nós de ônibus da Viazul que batia mais que coração de ladrão na hora do “teji preso”.

quinta-feira, 5 de agosto de 2021

Wagner fala de possível calote de R$ 8,7 bilhões que Bolsonaro quer dar na Bahia


Na manhã de hoje, 05, o Senador do estado da Bahia, Jaques Wagner (PT) postou em sua conta no twitter uma informação que deixou os baianos preocupados, caso aconteça. É que o presidente Jair Bolsonaro anda falando em não pagar os precatórios, dívidas da União decorrentes de decisões judiciais definitivas.

Agora, dizendo que está precisando do dinheiro, Bolsonaro vai apresentar uma PEC - Proposta de Emenda à Constituição, para ampliar a possibilidade de parcelamento desses créditos que pessoas físicas e jurídicas têm a receber do governo federal. Se aprovada é legalizado o calote federal.

“A União deve à Bahia R$ 8,7 bilhões. Agora, o governo federal quer dar calote nesses precatórios cujo pagamento foi determinado pelo STF, para serem quitados em 2022. Considero um absurdo! Lutarei contra, pois o estado precisa desses recursos para investir a favor dos baianos”, escreveu Jaques Wagner em seu twitter.

sexta-feira, 23 de julho de 2021

Rui destaca a importância de Wagner para a Bahia (Com vídeo)



Durante a inauguração da 20ª Policlínica de Saúde em Itaberaba na Bahia, o atual governador do Estado, Rui Costa, lembrou o que era a Bahia antes de Jaques Wagner assumir o governo em 1º de janeiro de 2007, quando venceu as eleições contra Paulo Souto, então candidato do velho ACM – Antônio Carlos Magalhães, considerado a época como “imbatível”.

Wagner venceu no primeiro turno com 53,09% dos votos válidos naquela eleição, totalizando 3.242.336 votos. Durante toda a campanha as pesquisas davam vitória a Souto, e isto é corriqueiro na Bahia. Há várias eleições que o resultado para a esquerda sempre foi maior do que os institutos indicam.

Rui lembrou que quando Wagner assumiu o governo em janeiro de 2007, se alguém perguntasse o tempo que fazia da inauguração de algum hospital no estado, ninguém saberia responder, já que faziam 20 anos sem que nenhuma unidade fosse inaugurada.