Mostrando postagens com marcador IBGE. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador IBGE. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

Nos onze primeiros meses de 2021, volume de serviços na Bahia avançou 10%



No acumulado do ano, as atividades turísticas ampliaram 49%

O volume de serviços na Bahia avançou 10,1%, no acumulado dos onze primeiros meses de 2021 em relação ao mesmo período do ano anterior. O Estado foi destaque, no mesmo período, nas atividades turísticas, que expandiram 49,3%. A Bahia contabilizou ainda crescimento de 44,5% no volume das atividades turísticas em novembro do ano passado, quando comparado com o mesmo mês do ano anterior. É importante ressaltar que, em termos de variação, a Bahia contabilizou a segunda taxa mais expressiva e maior alta da série histórica iniciada em 2012, para os meses de novembro.

segunda-feira, 11 de outubro de 2021

80% dos empregos criados desde 2020 são informais, sem direitos nem renda garantida

Cerca de 53% dos desempregados recorreram às chamadas atividades “por conta própria”, como camelôs, vendedores de comida de rua ou pequenos empreendedores, por não conseguirem emprego formal, com direitos.


O número de pessoas trabalhando no Brasil (89 milhões) cresceu 8,6%, no trimestre encerrado em julho de 2021 na comparação com o mesmo período do ano passado, mas 80% das vagas criadas desde 2020, quando começou a pandemia, são informais, sem direitos, segundo dados da Pnad Continua do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

Desses 80%, cerca de 53% dos desempregados recorreram a atividades “por conta própria”, como camelôs, vendedores de comida de rua ou pequenos empreendimentos por não conseguir emprego formal, com direitos a férias, 13ª salário, Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e outros benefícios.