Mostrando postagens com marcador reajuste. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador reajuste. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 10 de março de 2022

Depois de repassar R$101 bi a acionistas, Petrobras reajusta preços de gasolina, diesel e gás de cozinha com alta de 24%

 A Petrobras segue a linha do governo em poupar empresários enquanto suga o dinheiro do trabalhador.

O reajuste dos preços dos combustíveis anunciados hoje, não deveriam ocorrer, pelo simples fato que a empresa usou o dinheiro que deveria suprimir este aumento para pagar acionistas acima da porcentagem legal.

Vamos entender o que houve?

A Petrobras registrou um lucro de R$ 106 bilhões em 2021, um aumento de 1.400% em relação ao ano anterior.

Tudo isso, graças as políticas de reajuste de preços que fizeram com que o valor do gás de cozinha, diesel e gasolina disparassem durante o ano todo.



O problema é que esse lucro não foi investido na empresa, ele foi distribuído para os acionistas. Por conta disso o Senado convocou o general Joaquim Silva e Luna, presidente da Petrobrás para prestar esclarecimentos no último dia 08/03/2022.

sábado, 18 de dezembro de 2021

Rui Costa encaminha projeto de lei com reajuste para funcionalismo estadual



O Governo do Estado encaminhou nesta sexta-feira (17) à Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) projeto de lei que define o reajuste geral do funcionalismo estadual para 2022, com efeito já a partir do mês de janeiro. A proposta é de reajuste linear de 4% para todo o funcionalismo público, incluindo servidores ativos, aposentados e pensionistas do Poder Executivo estadual, além de reestruturações (com incrementos reais aos vencimentos/soldos) para servidores da Educação, Saúde, Segurança Pública e do grupo técnico administrativo.

Trata-se de um grande esforço de caixa para o Governo baiano que, ao contrário da maioria dos outros estados do país, mesmo diante do atual cenário econômico, vem garantindo os avanços das diversas carreiras (promoções e progressões) e efetuando os pagamentos dos salários rigorosamente em dia, dentro do mês.