Mostrando postagens com marcador mineral. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador mineral. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 27 de junho de 2022

Produção Mineral Baiana Comercializada cresce mais de 68% em maio de 2022



A Produção Mineral Baiana Comercializada (PMBC) registrou um aumento de 68,59% em maio de 2022 em comparação ao mesmo mês de 2021, saindo de R$ 949 milhões para R$ 1,6 bilhão. Jaguari foi o município baiano que obteve o maior destaque com 21,94% de participação, seguido por Itagibá (18,44%) e Juazeiro (14,65%). O cobre foi o bem mineral com maior participação na produção do Estado com 38,42%. As informações constam no Sumário Mineral divulgado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).

quinta-feira, 3 de março de 2022

Produção Mineral Baiana Comercializada cresce R$ 41 milhões em janeiro de 2022



A Produção Mineral Baiana Comercializada (PMBC) teve um aumento de R$ 41 milhões, em janeiro de 2022, em comparação a janeiro do ano anterior, chegando a R$ 655 milhões. Os três principais municípios com maior participação são: Jacobina, Itagibá e Barrocas, com 50% de colaboração. As informações constam do Sumário Mineral da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), de janeiro deste ano.

“A Bahia encerrou 2021 como 3º maior produtor mineral do país e já começamos 2022 com boa notícia. A Produção Mineral Baiana Comercializada de janeiro deste ano superou a do ano passado. O setor mineral tem uma força extraordinária e é uma atividade essencial para o desenvolvimento econômico do estado, gerador de empregos e que traz a reboque toda uma cadeia produtiva”, declara o vice-governador João Leão, secretário do Planejamento.