Mostrando postagens com marcador agricultores. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador agricultores. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 22 de fevereiro de 2022

Governo do Estado promove regularização de DAP de agricultores e agricultoras familiares



Agricultores e agricultoras familiares, de diversos municípios localizados nos Territórios de Identidade Velho Chico, Sertão Produtivo e Sertão do São Francisco, estão sendo atendidos, em formato de mutirão, até esta sexta-feira (25), pelas equipes técnicas da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR).

sexta-feira, 28 de janeiro de 2022

Mais de 169 mil agricultores baianos contam com o benefício do Garantia-Safra



Neste mês de janeiro de 2022, foram autorizados os pagamentos do benefício do Garantia-Safra de mais quatro municípios baianos, totalizando, na Safra 2020/2021, 169.696 famílias beneficiadas, de 150 municípios. Passaram a integrar a folha de pagamento: Casa Nova, Ituaçu, Lagoa Real e Umburanas, mediante a comprovação de perdas, em seus plantios, referente à Safra Verão, por estiagens ou excesso de chuvas. O valor total para os pagamentos é de R$ 144,2 milhões, sendo destinado a cada agricultor e agricultora o valor de R$850.

quarta-feira, 6 de outubro de 2021

Criação de suínos é alternativa de renda para agricultores da zona rural de Condeúba


A criação de suínos é uma atividade pecuária que desempenha um papel importante na manutenção econômica e nutricional de inúmeras famílias. Nas comunidades de Riacho Seco e Santo Reis, no município de Condeúba, a atividade, uma tradição na região, só agora gera perspectivas de renda para os agricultores, que passaram a contar com investimentos do Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva. 

Foram investidos R$419,2 mil na Associação dos Pequenos Produtores e Moradores das Fazendas Riacho Seco e Santo Reis para a construção de 20 pocilgas individuais, beneficiando diretamente 20 famílias, onde cada uma recebeu três matrizes de suínos e seis reprodutores para rotacionar entre as 60 matrizes entregues. Além disso, os beneficiários recebem Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) e são acompanhados pelo Agente Comunitário Rural (ACR), que também presta assessoria.

segunda-feira, 23 de agosto de 2021

Agricultoras de Caculé melhoram a produção com apoio de assistência técnica e extensão rural




O serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) vem garantindo a agricultores familiares o aumento e a melhoria na produção. É o caso das famílias das comunidades rurais, localizadas no município de Caculé, no Território de Identidade Sertão Produtivo, que já estão comercializando o que produzem.

O Grupo Produtivo de Bolos e Biscoito 'Mulheres que Transformam', da comunidade de Apostema, e as unidades produtivas de Capivara, vêm sendo atendidas com o serviço de ATER Mulher, da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), executado por meio da Cooperativa de Trabalho, Assessoria Técnica e Educacional para o Desenvolvimento da Agricultura Familiar (Cootraf).

O secretário de Desenvolvimento Rural (SDR), Josias Gomes, visitou, no último sábado (21), as localidades, para conhecer o trabalho desenvolvido: “Sou testemunha do esforço feito pela Cootraf para, cada vez mais, qualificar os agricultores no sentido que sua produção possa melhorar, aumentando a renda e ganhando competitividade”.

domingo, 15 de agosto de 2021

Agricultores e agricultoras do município de Itaju do Colônia ganham reforço na produção com entrega de mudas


Agricultores e agricultoras do município de Itaju do Colônia, localizado no Território de Identidade Litoral Sul, estão sendo beneficiados com a entrega de 8.864 mudas de mandioca, frutíferas e essências florestais, destinadas ao plantio nas propriedades rurais da Agricultura Familiar. Na ação, foram beneficiadas 35 famílias cadastradas pela Prefeitura Municipal de Itaju da Colônia, no Sistema de Solicitação de Mudas e Sementes, com investimento de mais de R$ 17 mil. 

A entrega aconteceu durante a visita do governador Rui Costa ao município, nesta quinta-feira (12). A iniciativa é executada por meio da Superintendência da Agricultura Familiar (Suaf), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). O objetivo é qualificar a produção da agricultura familiar, para obter melhores resultados, além de possibilitar a formação de pomares e a recomposição de áreas de preservação permanente e de reserva legal. 

Leonardo Lino Carvalho, diretor de Agregação de Valores e Acesso a Mercados, da Suaf, ressaltou que, em mais uma ação do Governo do Estado, a SDR, por meio da Suaf, vem dando continuidade à estratégia das entregas de mudas para a agricultura familiar: “A ação fortalece diversos sistemas produtivos de municípios baianos, ampliando o potencial de produção de alimentos das famílias de agricultores e, consequente, melhorando a renda, com a comercialização desses alimentos”.

quarta-feira, 11 de agosto de 2021

Agricultores de Inhambupe melhoram produção de laranja com investimentos do Governo do Estado



Os agricultores ligados à Cooperativa Agropecuária Mista da Região de Alagoinhas (Coopera), localizada no município de Inhambupe, no Território do Litoral Norte e Agreste Baiano, comemoram a chegada de máquinas e equipamentos para ampliar e melhorar a produtividade e qualidade dos frutos produzidos, principalmente da laranja.  

São beneficiadas diretamente 40 familias de agricultores familiares de comunidades rurais de Inhambupe, Alagoinhas e Aporá, que produzem anualmente cerca de 1.500 toneladas de laranja. A expectativa é de aumentar a produção para 2.440 toneladas. 

O investimento foi realizado por meio do projeto do Governo do Estado, Bahia Produtiva, que destinou R$1,4 milhão na aquisição de kit de colheita de citrus, kit para tratos culturais, equipamentos de proteção individual, patrulha mecanizada, roçadeira, trator, veículo para transporte, entre outros.

Beiju produzido por agricultores de Ituberá chega à rede de supermercados do município



O beiju produzido por agricultores familiares do município de Ituberá chegou à rede de supermercados da região. O acesso ao mercado proporciona aumento na renda e melhor qualidade de vida para, diretamente, 30 famílias associadas à Agência de Desenvolvimento Sustentável e Comercialização da Agricultura Familiar (ADSCAF). 

A produção de beiju, que antes era de 1.500 pacotes de 300 gramas por mês, dobrou, agora são 3 mil. Consequentemente, o faturamento também. Antes, a associação faturava cerca de R$4 mil. Hoje, chega a R$8 mil. O beiju, vendido nas feiras livres, agora está nas prateleiras da rede de supermercados de Ituberá, o Curujão. 

A associação é beneficiada pelo projeto do Governo do Estado, Bahia Produtiva, que está investindo R$561,5 mil em ações para promover o acesso ao mercado. Os agricultores são atendidos com assistência técnica e extensão rural (Ater) e contam com assessoria técnica de um Assistente Comunitário Rural (ACR). Os recursos também serão destinados para a requalificação da unidade de beneficiamento da mandioca e para aquisição de máquinas e equipamentos agrícolas. 

sábado, 24 de julho de 2021

Agricultores e agricultoras familiares de Uauá contarão com laticínio


Agricultores e agricultoras familiares produtores de leite de cabra, do município de Uauá, passarão a contar, até o próximo mês de dezembro, com um laticínio, instalado na comunidade de Testa Branca. Serão beneficiadas 200 famílias de 30 comunidades rurais do município.

Nessa quinta-feira (22), foi realizada uma visita técnica às instalações do laticínio. A atividade contou com a presença de representantes da equipe técnica do Pró-Semiárido, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), e da Secretaria de Agricultura de Uauá, com o objetivo de estreitar a parceria entre Governo do Estado, via CAR/SDR e a Prefeitura Municipal de Uauá, para assegurar o funcionamento do laticínio.

“O laticínio tem uma importância muito grande na diminuição do impacto ambiental, pois a atividade leiteira tem menor pressão no sistema de pastejo da Caatinga e atua na geração de renda, sobretudo para mulheres e jovens. A ação também vai promover o fortalecimento do cooperativismo e a diversificação da produção dos agricultores familiares, além de garantir a segurança alimentar, sobretudo para o reforço da alimentação escolar”, ressaltou o técnico em Desenvolvimento Agroindustrial do Pró-Semiárido, Egnaldo Xavier.