Mostrando postagens com marcador Medicamentos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Medicamentos. Mostrar todas as postagens

domingo, 8 de maio de 2022

Governo da Bahia compra medicamentos até 60% mais baratos que os praticados no mercado, afirma pesquisador



“Medicamentos não podem ser vendidos com base na lei de mercado, de acordo com a oferta e demanda porque são produtos diferenciados e com forte apelo social.” A afirmação é do farmacêutico estadual Neemias Santana de Oliveira que concluiu um estudo sobre o mercado regulador de medicamentos, no qual a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) economiza até 60% em relação aos preços do mercado. A pesquisa resultou na tese de mestrado defendida na UNEB: “Regulação econômica de medicamentos: análise comparativa entre preços teto e preços praticados nas compras de medicamentos do Governo do Estado da Bahia”.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2022

Governo Federal não fornece medicamentos de alto custo há 3 anos



Doze mil pacientes atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para fornecimento de medicamentos de alto custo estão sendo afetados pelo não fornecimento desses medicamentos pelo Governo Federal. A irregularidade na entrega desses medicamentos vem ocorrendo desde 2019, conforme explica Luiz Henrique d’Utra, superintendente de Assistência Farmacêutica, Ciência e Tecnologia (Saftec), da Secretaria da Saúde do Estado.

sábado, 2 de outubro de 2021

Ministério da Saúde do governo Bolsonaro gasta R$ 70 mil por mês para guardar produtos vencidos e coloca sigilo para o povo não saber a verdade

 Omissão, negligência, são tantos termos que podemos usar, mas vergonhoso e irresponsável, é o que mais se encaixa nesta matéria.

O Ministério da Saúde gasta cerca de R$ 70 mil por mês para armazenar medicamentos, testes e  insumos vencidos, produtos que foram avaliados em R$ 243 milhões.

E esse dinheiro jogado no lixo por negligência do governo, é pago do bolso do contribuinte.

Para evitar que esta informação chegasse ao povo, o Ministério da Saúde colocou sigilo de 5 anos sobre os dados e informações dos produtos vencidos.

Pedro Ladeira-FolhaPress

A justificativa usada foi que se divulgassem as informações ofereceria:

segunda-feira, 6 de setembro de 2021

Governo Bolsonaro vai incinerar 243 milhões em vacinas e medicamentos vencidos que seriam destinados a pacientes com câncer, hepatite e outras doenças graves

 Cerca de 243 milhões em medicamentos serão incinerados por negligência do Ministério da Saúde do Governo Bolsonaro.

O depósito onde estes produtos estão armazenados fica em Guarulhos, no centro de distribuição e logística da pasta responsável.

Como sempre, o governo impôs sigilo nestas informações. A pasta usa documento de 2018 para tentar burlar o acesso aos dados, prática já apontada pela CGU ( Controladoria Geral da União) como inadequada.

Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

A lista de produtos vencidos inclui cerca de 820 canetas de insulinas, suficientes para atender 235 mil pacientes com diabetes por um mês no montante de R$ 10 milhões.