quinta-feira, 7 de julho de 2022

Investigados por mortes de pastora e filho em Conceição do Coité são presos na RMS



Um terceiro suspeito já foi identificado e está sendo procurado

Dois homens suspeitos de envolvimento nas mortes da pastora Eliana de Jesus Santana e de seu filho Ronivon Santana Batista tiveram os mandados de prisão temporária cumpridos, na segunda-feira (4), em Itinga, por equipes da 27ª Delegacia Territorial (DT), sediada naquele bairro da Região Metropolitana de Salvador.

O crime ocorreu no dia 15 de abril, em Conceição do Jacuípe, e está sendo investigado pela Delegacia Territorial (DT) da cidade. Os corpos da evangélica, de 35 anos, e do filho, de 14, foram encontrados no interior da residência das vítimas.

De acordo com o titular da DT/Conceição do Jacuípe, delegado Marcos Veloso, um dos suspeitos já se relacionou com Eliana. “O crime chocou a todos na cidade, inclusive, pela simulação de suicídio engendrada pelo ex-companheiro da vítima”, ressaltou.

“Na ocasião, era perceptível que houve “simulação”, a fim de que a investigação tomasse a direção de um homicídio seguido de um suicídio, o que foi facilmente descaracterizado pelo laudo pericial de local de crime, bem como o resultado da necropsia”, destacou Veloso.

A dupla foi submetida aos exames de lesões e está à disposição da Justiça. Um terceiro suspeito de envolvimento no crime já foi identificado e está sendo procurado. “Essa é mais uma ação que ocorre no bojo da Operação Depom Forte, deflagrada para cumprir mandados de prisão de envolvidos em Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI)”, salientou o delegado Guilherme Pernambuco, da 27ª DT de Itinga