Mostrando postagens com marcador uvas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador uvas. Mostrar todas as postagens

sábado, 15 de janeiro de 2022

Projeto Laudato Si é referência em plantação de uvas em Paulo Afonso



No dia de ontem, 14, aconteceu o evento de apresentação do Projeto Laudato Si a comunidade da cidade de Paulo Afonso na Bahia. Com o objetivo e promover o plantio de mudas de parreiras, o espaço usado para a plantação já começa a dar frutos.

Inspirada na segunda Encíclica do Papa Francisco, “Laudato Si, sobre o cuidado da Casa comum”, a diocese de Paulo Afonso não só plantou arvores, mas elas servem para produzir frutos e ajudar a manter outros projetos sociais. É o caso do Fandame – Fundação de Assistência a Criança e Adolescentes criando pelo então Bispo Dom Mário Zanetta.

sexta-feira, 23 de julho de 2021

Bahia produz mais de 30% das frutas do país com liderança da região de Juazeiro na exportação de manga e uva


É na divisa entre os estados da Bahia e Pernambuco que está localizado o maior polo da fruticultura brasileira. A cidade baiana de Juazeiro concentra boa parte dos produtores de frutas frescas entre os municípios que integram o chamado Submédio São Francisco, responsável pela produção de manga e uva que são exportadas, especialmente, para o mercado europeu e americano. Outras frutas também são produzidas nessa região, que faz parte do Vale do São Francisco, a exemplo da banana, goiaba, coco, acerola, mamão, maracujá, entre outras. Para que a fruticultura da região chegue cada vez mais longe, a assistência técnica tem sido fundamental na certificação da qualidade dos frutos.

Os números que envolvem o setor impressionam pelo impacto na economia local por meio da geração de emprego e renda. Somente com a atividade da fruticultura no Vale do São Francisco (compreendendo os estados da Bahia e Pernambuco), é produzido um milhão de toneladas de frutas por ano. O faturamento registrado anualmente fica em torno de R$ 2 bilhões somente com a produção de manga e uva, sendo que, deste valor, R$ 440 milhões são relativos aos frutos destinados à exportação.  A manga segue sendo a principal fruta destinada ao mercado externo. O fruto produzido na região atende entre 85 e 90% da demanda de exportação no país.

Quando o assunto é geração de empregos, os números também não são modestos, já que na fruticultura do Submédio São Francisco são gerados 250 mil empregos diretos e outros 950 mil indiretos. Ainda conforme informações da Associação dos Produtores e Exportadores de Hortigranjeiros e Derivados do Vale do São Francisco (Valexport), nessa área atuam três mil produtores que exportaram mais de 243 mil toneladas de manga e 49 mil toneladas de uvas em 2020. Esse contexto explica porque a Bahia ocupa o 2º lugar na produção de frutas frescas produzidas no país, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2020.